sábado, 14 de março de 2015

Dia #0 - Registro e reconhecimento do prólogo



Boa Noite Amigos,
Finalmente deitado na cama! Foi um dia bastante agitado!
Depois de uma noite um pouco mais curta devido ao jantar que tivemos com a comunidade portuguesa, hoje acordámos às 7h00. 45 minutos depois já estávamos a sair de Stellenbosch, apenas com um café e um pastel de feijão como pequeno-almoço. Chegámos à Cidade do Cabo às 8h30. Deixámos as bikes e as malas no hotel Commodore e fomos de imediato para o secretariado (aqui chamado de "registration") para buscar todo o nosso material oficial para a Absa Cape Epic. Em cerca de 30-40 minutos ficámos despachados e fomos beber um café na marina de Cape Town (Waterfront) com o Romão da Luz. Um amigo que arranjámos aqui, que tem sido incansável na ajuda, à semelhança de todos os portugueses que encontrámos cá.

Regressámos ao hotel para nos equiparmos e buscar as bikes para irmos reconhecer o percurso do prólogo. O local de partida e chegada fica no outro lado de Cape Town, por isso, e mais uma vez, o Romão levou-nos na sua viatura até esse local - a Universidade de Cape Town.
Começámos a reconhecer o percurso por volta das 12h. Um circuito de 20km na encosta da Table Mountain. O prólogo começa logo em subida. Os primeiros 10km são praticamente todos em subida. Maioritariamente em trilhos largos cobertos por gravilha ou terra solta. Alguma pedra também, mas nada que se pareça com a Andalucia Bike Race. Apanhámos algumas rampas com mais de 20% de inclinação! Não chegámos mesmo ao topo da montanha, mas mesmo assim a vista do ponto mais alto é lindíssima! 

Depois de rolarmos cerca de 3km em asfalto, começámos a descida para regressar à universidade. A estrada começou então a estreitar e entrámos em single tracks. Curvas e contra curvas divertidas de se fazer. Piso sempre em terra batida, mas muito pó fino. Quem vai atrás deixa quase de ver! Pelo menos apanhámos alguns drops e descidas um pouco mais assustadoras, pelo menos para mim. Mas depois de ter feito a Andalucia Bike Race, isto hoje até pareceu "peaners". Mais próximo do final do prólogo entrámos num pinhal, sempre em single-tracks sinuosos. Aqui já apanhámos algumas raízes e com muita condução. Mas tudo ciclável.
Os últimos 2km já são em asfalto, e acabamos onde começámos, ou seja, num campo de futebol relvado da universidade.
Posso dizer que I LOV 'IT este prólogo! Exigente fisicamente, pouco técnico. Apenas algumas curvas em descida com gravilha solta que exige alguma cautela.
Aparte disto, o calor que se fez sentir hoje já foi suficiente para beber um bidão de água inteiro em apenas 20km, e apanhar um escaldão nos braços. Fez mais de 30ºC!
Terminado o reconhecimento, aventura-mo-nos de bike para o hotel. Cerca de 9km nas ruas de Cape Town. Que aventura! Que confusão de trânsito! Ainda nos perdemos já perto do hotel. Mas com a ajuda do GPS do telemóvel acabámos por chegar ao hotel, por volta das 14h00. Nesta altura já estava à nossa espera mais uma portuguesa que tem sido incansável. A Sonya, que juntamente com mais dois portugueses - Sérgio Nunes e mais o colega que não me lembro o nome - que vieram de propósito de Joanesburgo para nos ver, e ainda o Romão, queriam levar-nos a almoçar.
Fomos a um shopping muito próximo do hotel. Ainda tivemos que esperar uns 20-30 minutos por mesa. Mas esses 20 minutos pareceu-me duas horas! Com apenas um pastel de feijão no estômago desde as 7 da manhã, nem imaginam a fome que tínhamos!
Por volta das 15h30 regressámos ao hotel. Mas a correria não tinha terminado! Agora era o momento de fazer magia! Colocar toda a nossa tralha no saco minúsculo que a organização nos forneceu! Só podemos transportar este saco durante toda a prova. Todo o resto tem que ser entregue à organização e só voltamos a ter acesso a essa coisas no último dia da prova. Estivemos mais de uma hora a tentar encaixar tudo qual peças de Tetris!
Acabei por ter que retirar alguns acessórios suplentes importantes, caso dos pneus, ou casaco e até o lençol para cobrir o colchão onde vamos dormir.
Dá-me a ideia que isto também faz parte do negócio. Sacos pequenos obriga os participantes a ter que comprar material de desgaste durante a prova wink emoticon
Depois de trasfega de um saco para o outro realizada. Fomos entregar os nossos sacos (os das bikes também) à organização. Em seguida tivemos também que entregar as bikes, pois vão ser transportadas em camiões da organização para a universidade de Cape Town. E nós vamos amanhã em autocarros. Ou seja, tudo tem que ser pensado com um dia de antecedência.
Às 18h40 fomos jantar. Desta vez já no restaurante do próprio hotel, onde se encontra grande parte dos participantes, sobretudo os estrangeiros.
De volta ao quarto, foi hora de lavar a roupa do treino. O pó vermelho muito fino misturado com o suor ainda deu nos algum trabalho!
E finalmente chegou a esta hora. Em que estou sentado na minha cama a fazer-vos o relato do dia #0 da Absa Cape Epic.
Durante o dia de hoje fiz várias filmagens, inclusive do circuito do prólogo. Mas infelizmente a internet aqui ainda é a carvão e não consigo colocar o video online!
Amanhã o despertador toca às 6h00, com pequeno-almoço às 6h30. Ainda não vi os horários dos autocarros para a partida. Mas será por volta das 7h30. A nossa partida será às 9h30, e terá transmissão em directo da TVI24, julgo que a partir das 10h00, ou seja 8h00 de Portugal Continental. 
Agora está na hora de preparar o saco para amanhã.
Até amanhã smile emoticon

Sem comentários:

Publicar um comentário